Galerias
 
 
A A A    
Conab confirma safra recorde de grãos
08/06/2017
 

A safra de grãos 2016/17 dá um novo salto no recorde e pode chegar a 234,3 milhões de toneladas, com um aumento de 25,6% ou 47,7 milhões de toneladas frente as 186,6 milhões de t da safra passada. A 9º estimativa, realizada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), foi divulgada nesta quinta-feira (8 de junho).

 Os responsáveis pela super safra atual foram o crescimento de área e as produtividades médias. A previsão é de ampliação de 3,7% na área total, podendo chegar a 60,5 milhões de hectares, incluídas as culturas de segunda e terceira safras e as de inverno. A produção da soja deve crescer 19,4% e chegar a 113,9 milhões de toneladas, com ampliação de 1,9% na área plantada estimada em 33,9 milhões de hectares.

Com referência ao algodão pluma, o crescimento é de 15,4%, podendo chegar a 1,5 milhão de toneladas (1.488 mil t), mesmo com uma estimativa de redução de 1,7% na área cultivada.  Em Mato Grosso, segundo a Conab, "os bons preços praticados, desde o início do ano, propiciaram o incremento da área total dedicada à cotonicultura na safra 2016/17, saltando dos 600,8 mil ha na safra anterior para 627,8 mil ha no ciclo atual". De acordo com o 9º Levantamento, as boas condições climáticas também têm favorecido a produtividade média do algodoeiro de primeira e segunda safras, estimada em 1.589 kg/ha, 8,4% superior à da safra anterior.  Com isso, a produção de Mato Grosso, maior produtor de algodão do país, é estimada em quase 1 milhão de toneladas (997,7 mil t) - 13,3% maior que na safra 2015/16.

No caso do milho total, a produção deve alcançar 93,8 milhões de toneladas, 41% acima da safra 2015/2016. A estimativa é de 30,3 milhões de toneladas para a primeira safra e de 63,5 milhões para a segunda. A área total deve ser de 17,3 milhões de hectares, com uma ampliação de 8,9%. Milho e soja respondem por quase 90% dos grãos produzidos no país.

 O feijão primeira safra, que está no final da colheita, deve alcançar uma produção de 1,39 milhão de toneladas, resultado 34,1% superior ao produzido em 2015/2016. Já a segunda safra deve alcançar 1,31 milhão de toneladas, sendo 639,4 mil toneladas do grão cores, 208,6 mil toneladas do preto e 460,1 mil toneladas do feijão caupi. A produção do feijão total teve atingir 3,4 milhões de toneladas, numa área de 3,1 milhões de hectares.

Culturas de inverno – Há previsão de queda de 8,8% na área de trigo, podendo chegar a 1,93 milhão de hectares contra 2,1 milhões de ha da safra passada. Com isso, a produção sofre uma redução de 22,6% e chega a 5,2 milhões de toneladas frente às 6,7 milhões de t de 2016. A aveia, ao contrário do trigo, apresenta crescimento de área de 3,4%, podendo alcançar 301,5 mil hectares. A produção está estimada em 705,7 mil toneladas.

A pesquisa foi realizada no período de 21 a 27 de maio em todas as regiões produtoras, quando foram consultadas diversas instituições e informantes cadastrados em todo o país.

Clique aqui para acessar o boletim.

 
Fonte: Assessoria de Comunicação da Ampa com informações da Conab
 
 
 
 
Fotos Videos
2ª edição do Prêmio Semeando o bem
4ªJornada de Atualização em Cuiabá 28.11.13
4ªJornada de Atualização em Sorriso 27.11.13
Mais  Fotos
 
 
 
Institucional Notícias Sustentabilidade
Quem Somos Fale Conosco Programa Semeando o Bem
Histórico   Programa Fazenda Saudável
Missão, Visão e Valores Galerias Programa ABR
  Fotos Sistema BCI
  Vídeos  
Diretoria Legislação Publicações
     
     
 
IAS - Instituto Algodão Social
Rua Engº Edgard Prado Arze, nº 1.777, Qd 03 - Setor A, Edifício Cloves Vettorato, Centro Político Administrativo - CEP 78049-015
Cuiabá - Mato Grosso - Brasil - +55 (65) 3322-0001

2012 - Todos os direitos reservados